Oclusal da Maxila

Proporciona diagnósticos das estruturas n tórus maxilar, alterações da fossa nasal e septo nasal, cistos palatinos e cistos naso-palatinos, cistos de forame incisivo; também se aplica no exame de pacientes desdentados, principalmente, na pesquisa de raízes residuais, dentes inclusos, dentes supranumerários ou no estudo de grandes áreas patológicas ou anômalas, cujo exame periapical seria insuficiente para um informe mais preciso. Nas mensurações ortodônticas para determinação e controle do tamanho dos maxilares, ou no estudo das fendas palatinas. Também muito empregada quando o paciente apresenta transtorno como o trismo, que impede o exame periapical; e crianças; principalmente as traumatizadas; quando impedidas do posicionamento das periapicais.